Redes Sociais

A construção de redes sociais de Manguinhos frente ao desafio da desterritorialização das políticas públicas

Descrição: 
Este trabalho apresenta o processo dialético de formação/afirmação dos atores sócio-comunitários das favelas de Manguinhos, através da construção e lutas do Fórum Social de Manguinhos, como protagonistas das políticas públicas voltadas para a garantia de direitos. Em seu percurso, destaca o conflito entre os paradigmas políticos tradicionais e a instituição de formas inovadoras de participação social, e seu papel formativo, na tensão entre a radicalização do projeto democrático-popular e os limites deste modelo nos marcos do capitalismo, no contexto de afirmação do Estatuto das Cidades (2001) de territorialização do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal com empresas, estados e municípios. Trata, enfim, das possibilidades de construção de um outro modelo de desenvolvimento, na perspectiva da territorialização/universalização dos direitos fundamentais, mas também para constituição de sistemas sociais autopoiéticos à margem dos sistemas políticos tradicionais. O arquivo está disponível para leitura e/ou download por meio do ícone ao lado.
Inscreva-se em Redes Sociais