Politicas de Saúde

Relatório Mundial da Saúde 2010: Financiamento dos Sistemas de Saúde - o caminho para a Cobertura Universal

Descrição: 
Relatório Mundial da Saúde elaborado pela Organização Mundial da Saúde em 2010.A promoção e proteção da saúde são essenciais para o bem-estar do homem e para o desenvolvimento económico e social sustentável. Isto foi reconhecido há mais de 30 anos pelos signatários da Declaração de Alma-Ata, que assinalaram que a Saúde para Todos contribuiria tanto para melhor qualidade de vida como também para a paz e segurança globais.Não constitui surpresa que as pessoas na maioria dos países classifiquem a saúde como uma das suas maiores prioridades, ultrapassada apenas pelas preocupações económicas, tais como desemprego, baixos salários ou alto custo de vida (1, 2). Daqui resulta que a saúde se transforma frequentemente num tema político à medida que os governos tentam responder às expectativas da população.A necessidade de orientação nesta área tornou-se ainda mais urgente neste momento caracterizado simultaneamente pela crise económica e custos crescentes dos cuidados de saúde, à medida que a população envelhece, as doenças crónicas aumentam, e novos tratamentos mais caros se tornam disponíveis. Como é sublinhado neste Relatório, a exigência pública para acesso a cuidados de boa qualidade ainda aumenta mais a pressão pela escolha de políticas inteligentes.A necessidade de cobertura universal de saúde, e de uma estratégia para financiá-la, nunca foram tão grandes como neste momento em que o mundo se debate com o abrandamento económico, a globalização das doenças e das economias e com exigências crescentes para cuidados crónicos que estão parcialmente ligados ao envelhecimento das populações. 

Conferência Nacional de Saúde, 14ª, 2011 - Agenda Estratégica para a Saúde no Brasil.

Autor:

Descrição: 
Apresentação de Ligia Bahia, vice-presidente da Abrasco. Ressalta a importância do debate dentro da ENSP, uma vez que esta instituição tem grande peso na formulação de políticas de saúde para o país, principalmente neste momento, em que a conferência nacional precisa adquirir maior potência e reacender as discussões sobre o papel da saúde no desenvolvimento do Brasil. Espera que esse Centro de Estudos tenha uma importância histórica lá na frente: "Nossa interferência na CNS deve ser grande, já que as conferências perderam seu papel de protagonistas no debate da saúde, na avaliação, análise e formulação de diretrizes sobre o sistema. Houve um descolamento da forma de pensar a saúde como modelo de desenvolvimento do país". Arquivo disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Seminário Internacional Políticas de Saúde e Proteção Social - debate

Autor:

Descrição: 
O arquivo está disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Seminário Internacional Políticas de Saúde e Proteção Social - José Mendes Ribeiro

Descrição: 
Explicou a caracterização do sistema de saúde brasileiro que foi instituído a partir da Constituição de 1988 onde se criou uma 'universalização excludente', gerando um sistema híbrido envolvendo o serviço público e a ampliação dos seguros de saúde privados. Os arquivos estão disponíveis para audição, leitura e/ou download nos ícones ao lado.

Seminário Internacional Políticas de Saúde e Proteção Social - Lígia Giovanella

Descrição: 
Discutiu as potencialidades da Estratégia de Saúde da Família, além de orientar as ações do SUS para uma abordagem integral na atenção primária em saúde. Os arquivos estão disponíveis para audição, leitura e/ou download nos ícones ao lado.

Seminário Internacional Políticas de Saúde e Proteção Social - Klaus Stegmüller.

Descrição: 
O palestrante abordou a situação do sistema de saúde na Alemanha atualmente. Iniciou sua fala explicando que são cinco os pilares de sustentação do sistema de seguridade social alemão. São eles: seguro desemprego; pensão; seguro saúde (SHI); seguro acidente; e seguro a longo prazo, voltado mais especificamente para o envelhecimento da população. O arquivo está disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Seminário Internacional Políticas de Saúde e Proteção Social - Monika Steffen

Descrição: 
Exposição da cientista política do l'Institut d'Etudes Politiques da Université de Grenoble Monika Steffen que apresentou instrumentos básicos para o entendimento do sistema de saúde da França. Segundo a pesquisadora, o sistema francês não se enquadra em nenhum modelo de sistema de saúde apresentado (público ou privado), pois ele é um híbrido, trazendo características de cada um deles de forma a atender, da melhor maneira possível, a população. Os arquivos estão disponíveis para leitura, audição e/ou download nos ícones ao lado.

Páginas

Inscreva-se em Politicas de Saúde