Gestão em Saúde

Gestão em Saúde Pública: contribuições para a política, v.3

Descrição: 
Livro organizado por Idê Gomes Dantas Gurgel; Kátia Rejane de Medeiros; Antônio Augusto Vieira de Aragão; Rejane Maria de Santana, publicado em 2014.Foi escrito por docentes, alunos e alguns colaboradores do Curso de Mestrado Profissional em Saúde Pública do Departamento de Saúde Coletiva (Nesc) do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães da Fiocruz em Pernambuco. Os autores abordam a evolução nos processos das transições demográfica e epidemiológica, utilizando diversos indicadores, através de séries históricas, com dados e informações principalmente do IBGE. Abordam, ainda, os principais determinantes desses processos de transição, como os gastos públicos em saúde, o acesso da população aos serviços de saneamento, a ampliação da escolarização e do uso de métodos anticoncepcionais e de esterilização em mulheres e homens e ainda apontam para programas públicos de transferência de renda a parcelas da população mais pobre, entre outros determinantes. Os autores apontam importantes dificuldades e contradição entre os dados dos sistemas de notificação e destacam os acidentes de trabalho classificados como “Grave” e com exposição a material biológico. Num estudo epidemiológico de corte transversal, os autores do capítulo seis analisam as relações entre a capacidade para o trabalho e a saúde dos servidores do Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco. O estudo contempla uma amostra de 310 funcionários, abordando as características sociodemográficas e funcionais e o índice de capacidade para o trabalho.

Gestão em saúde pública: a vigilância em saúde em foco, v.1

Descrição: 
Livro organizado por Idê Gomes Dantas Gurgel; Kátia Rejane de Medeiros; Antônio Augusto Vieira de Aragão; Rejane Maria de Santana, publicado em 2014.Este livro se coloca como oportuno e como uma contribuição significativa no campo da gestão em saúde pública, tanto pela sua atualidade temática, quanto pela reflexão crítica realizada. Em seus nove capítulos, escritos por vários autores, agrega valiosas informações sobre temas específicos e muito relevantes para a compreensão de vários problemas de saúde da população brasileira. Este livro apresenta ainda resultados de pesquisas inéditas e compõe uma coletânea com três volumes voltados para a gestão em saúde pública: este primeiro, com trabalhos voltados para a vigilância em saúde; o segundo apresenta os trabalhos de avaliação com foco em diferentes aspectos da gestão e o terceiro apresenta contribuições para a política. Foi escrito por docentes, alunos e alguns colaboradores do Curso de Mestrado Profissional em Saúde Pública do Departamento de Saúde Coletiva(Nesc) do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães da Fiocruz em Pernambuco.

O caso de Ana na cidade: o que os olhos não veem, o coração e o corpo sentem?

Descrição: 
Texto da Unidade III que se apoia em "O caso de Ana", apresentado na Parte II deste livro, e introduz elementos relativos às vigilâncias do campo da saúde. As situações apresentadas baseiam-se na livre adaptação de fatos reais, geralmente analisados e fartamente documentados, todavia, não inteiramente revelados no caso. Não revelados, primeiramente para que se alcance a mesma linguagem narrativa do caso que lhe dá sustentação; em segundo lugar, para tornar as vigilâncias, na sua articulação (ou não) com a atenção, mais próximas dos gestores e profissionais do cuidado. Das quatro vigilâncias, a mais articulada é a epidemiológica, que, de certa forma e com mais frequência, acompanha o processo de atenção, alimentando-se de suas informações e recomendando e orientando medidas preventivas até no campo da atenção.

Articulação intersetorial na gestão para a promoção da saúde

Descrição: 
Texto da Unidade IV, que convida o aluno a conhecer e discutir alguns mecanismos de operacionalização da promoção da saúde de uma perspectiva do movimento de constituição desta promoção como política e intervenção estratégica sobre os determinantes e condicionantes do processo saúde doença. O debate adota intencionalmente uma abordagem por meio de programas e iniciativas voltadas par a processos mais amplos de mudança social e garantia dos direitos de cidadania. Arquivo disponível para leitura e/ou download no ícone ao lado. Exemplo de como referenciar o capítulo: Zancan L, Carvalho AI, Lobato MF, Rocha MR. Articulação intersetorial na gestão para a promoção da saúde. In: Gondim R, Grabois V, Mendes Junior WV, organizadores. Qualificação dos Gestores do SUS. 2. ed. Rio de Janeiro: Fiocruz/ENSP/EAD; 2011. p.297-310. Disponível em: http://www4.ensp.fiocruz.br/biblioteca/home/exibedetalhesBiblioteca.cfm?ID=12565&Tipo=B. ATENÇÃO: Para melhor entendimento desse texto, leia também os capítulos 10 e 12, disponíveis nos links: capítulo 10: http://www4.ensp.fiocruz.br/biblioteca/home/exibedetalhesBiblioteca.cfm?ID=12563&tipo=B capítulo 12: http://www4.ensp.fiocruz.br/biblioteca/home/exibedetalhesBiblioteca.cfm?ID=12566&tipo=B

Construção, estruturação e gestão das vigilâncias do campo da saúde

Descrição: 
Texto da Unidade III que apresenta ao aluno a estruturação adotada no Brasil para que as vigilâncias possam cumprir sua missão. Disponível em: http://www4.ensp.fiocruz.br/biblioteca/home/exibedetalhesBiblioteca.cfm?ID=12564&Tipo=B

Retrospectiva 2007: Ministério da Saúde.

Descrição: 
Arquivos de áudio e texto contendo a palestra da Pesquisadora da ENSP, Cristiani Vieira Machado, que apresentou um acompanhamento das ações do Ministério da Saúde em 2007. O estudo foi realizado através de três grandes tópicos: atores e processo político, temas em destaque e acontecimentos por campo de atuação. Segundo Cristiani, a gestão do Ministro Temporão em 2007 foi marcada por boas negociações com o Ministério da Fazenda e com o Legislativo em geral, promovendo uma aproximação com diversos governadores, especialmente os da região nordeste. O Ministério também ampliou a parceria com o Ministério da Educação por conta de uma maior formação profissional em saúde e uma ênfase na promoção da saúde, principalmente em relação à Intersetorialidade.

Palestra 'Trajetória recente da gestão pública brasileira: renovação da agenda e desafios específicos para a saúde'.

Descrição: 
Arquivo de áudio contendo a palestra do Coordenador de Mestrado e Doutorado em Administração Pública e Governo da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, Fernando Abrúcio, que abordou a trajetória recente da gestão pública brasileira. O palestrante analisou a gestão pública de recursos no Brasil e no mundo e aproveitou para mostrar que o modelo de gestão está em transformação contínua, ou seja, onde antes se baseava em processos burocráticos, hoje está voltado para o cumprimento de metas e resultados.

Modelos de Gestão na Saúde.

Descrição: 
Apresentação que trata de modelos de gestão na saúde, discutindo pontos como a centralização e descentralização da saúde, o conceito de modelo de gestão, os modelos existentes e suas características, a evolução das contratações no setor de saúde e os novos rumos da gestão.

Práticas integrativas e complementares no SUS: Direito de cidadania.

Descrição: 
Trabalho que aborda as diretrizes para a incorporação e implementação de práticas integrativas e complementares no SUS, de forma a garantir qualidade, eficácia, eficiência e segurança a todos os brasileiros usuários do sistema público de saúde.

A gestão da clínica.

Descrição: 
Apresentação que aborda os fundamentos e as origens da gestão da clínica em serviços de saúde pública e os princípios e leis que tratam deste assunto. Expõe as diretrizes clínicas desse processo, ou seja, as linhas guias (Guidelines) que são recomendações que normalizam todo o processo e os protocolos clínicos que são recomendações desenvolvidas com o objetivo de prestar a atenção à saúde apropriada. Analisa algumas experiências internacionais e nacionais, como o caso de Curitiba e Minas Gerais.

Páginas

Inscreva-se em Gestão em Saúde