Resistência a Antibióticos

Fiocruz no Ar: Os riscos do consumo de antibióticos sem receita médica

Descrição: 
O Brasil ocupa a 17ª posição no ranking mundial de consumo de antibióticos. Prescrição inadequada e automedicação são os grandes vilãs e podem dar origem às bactérias resistentes ao medicamento. O Projeto Fiocruz no Ar produz podcasts para serem distribuídos para rádios interessadas em veicular – gratuitamente – informação de qualidade, tendo como referência a expertise de 118 anos da Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ, do Ministério da Saúde. A distribuição do material também é feita pelo Whatsapp, para que a informação chegue a um maior número de pessoas.

Fiocruz No Ar: uso correto do antibiótico

Descrição: 
Para ter o efeito desejado do antibiótico em nosso organismo, é necessário observar alguns cuidados, para evitar que o paciente possa desenvolver uma resistência antimicrobiana, ou seja uma resistência aos medicamentos, dificultando a cura do paciente e até leva-lo à morte. “O uso correto do antibiótico” é o tema deste podcast do Projeto Fiocruz no Ar, da Fundação Oswaldo Cruz (com duração de 3m26s). Nele, o farmacêutico Orlando Neto, do Hospital Central da Aeronáutica, explica como se deve tomar o antibiótico e os riscos de uma ingestão inadequada, como, por exemplo, com leite ou suco, ou fora dos horários estabelecidos pelo médico. Um relatório do Grupo de Coordenação Interagências da ONU emitiu alerta urgente sobre o grave problema de resistência antimicrobiana, que prevê – em um cenário negativo – a partir de 2050, 10 milhões de mortes por ano.

Resistência bacteriana aos antibióticos: o que você deve saber e como se prevenir

Descrição: 
Cartilha elaborada por Caio Augusto Martins Aires, Marise Dutra Asensi com os colaboradores Natália Maria Lanzarini, Bruno Gouveia Motta, Polyana Silva Pereira, pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). A resistência aos antibióticos é considerada uma das maiores ameaças à saúde global atualmente? O surgimento de ‘superbactérias’, microrganismos resistentes à maioria dos fármacos disponíveis para tratamento, é um fenômeno associado ao uso indiscriminado desses medicamentos. A resistência é proveniente de modificações na estrutura de bactérias que podem ocorrer de forma aleatória, devido a alterações no material genético do microrganismo, ou por meio da aquisição de material genético de fontes externas, como vírus, outras bactérias e do ambiente. O uso indiscriminado dos antibióticos por instituições de saúde, pela população e em práticas agropecuárias também é um fator que contribui para o aumento da resistência. Entre as formas de prevenção, a cartilha recomenda, acima de tudo, o uso consciente de antibióticos, com utilização apenas no tratamento de infecções bacterianas e de acordo com prescrição médica. Além disso, a higienização adequada das mãos e cuidados específicos durante visitas a pacientes internados em hospitais podem prevenir a transmissão dos microrganismos.
Inscreva-se em Resistência a Antibióticos