Universidade Aberta

Campus Virtual de Saúde Pública (CVSP/OPAS): uma rede de conhecimento e formação em saúde pública

Descrição: 
Capítulo do E-book - Acesso Aberto: da visão à ação: contextos, cenários e práticas - organizado por Madalena Carvalho, publicado pelo repositório da Universidade Aberta - Lisboa, sobre o Campus Virtual de Saúde Pública (CVSP) de autoria de Ana Furniel, Ana Paula Mendonça e Rosane Mendes da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz). O Campus Virtual de Saúde Pública (CVSP) é um espaço para desenvolver cooperação interdisciplinar no campo de formação em saúde pública, uma rede de instituições que compartilham cursos, recursos educacionais e aulas virtuais de forma aberta. Um espaço comunicacional e de aprendizagem, resultado de uma parceria entre a OPAS e os países da região das Américas. Uma rede descentralizada de indivíduos, instituições e organizações que compartilham cursos, recursos, serviços e atividades de educação com o objetivo comum de fortalecer as competências da força de trabalho em saúde pública. Faz uso intensivo de novas tecnologias de informação e comunicação, e educação em saúde tornando-se um espaço de criatividade e inovação. Considerando as premissas da sustentabilidade, educação à distância, modelos de aprendizagem, acesso aberto, redes de formação e recursos educacionais, destacamos neste capítulo a experiência brasileira do Campus Virtual de Saúde Pública (CVSP) da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), coordenada pela Fiocruz – Fundação Oswaldo Cruz no Brasil. A iniciativa integra instituições, países e pessoas e garante as ações através de modelos tecnológicos, de governança e pedagógicos, que reforçam o acesso aberto aos recursos educacionais, e uma aprendizagem em rede.

Pilares REA [Cinco Pilares dos Recursos Educacionais Abertos]

Descrição: 
Infográfico criado por Repositório Aberto de Portugal que procura ilustrar, de forma clara, gráfica e objetiva os cinco pilares da filosofia dos Recurso Educacionais Abertos.

Ambiente virtual para treino de competências de comunicação na área da saúde: o caso do atendimento em farmácia para automedicação

Descrição: 
Este artigo descreve um protótipo de Realidade Virtual destinado ao treino de competências técnicas e de comunicação dos estudantes de Ciências Farmacêuticas. Numa situação simulada, um humano virtual desempenha o papel de um paciente/doente que requer o apoio de um profissional numa farmácia, comunicando com este através de mensagens de texto. O estudante comunica com este personagem virtual escolhendo opções na interface da aplicação. Esta interface contém para cada situação: i) um conjunto de questões a colocar ao paciente, destinadas a esclarecer a sua situação de saúde, ou em alternativa, ii) um conjunto de respostas ou recomendações para os problemas dos pacientes, em última análise o medicamento e a posologia recomendados. Estes conjuntos contêm opções corretas e incorretas, tendo o estudante o propósito de alcançar o melhor desempenho possível, escolhendo sempre as corretas. A simulação decorre num cenário pré-gravado de uma farmácia real, no qual o paciente virtual está inserido. Este personagem virtual é capaz de exibir expressões faciais e tem movimentos naturais do corpo obtidos recorrendo à técnica de captura de movimentos. Referência Bibliográfica: Cláudio, Ana Paula [et al.] - Ambiente virtual para treino de competências de comunicação na área da saúde : o caso do atendimento em farmácia para automedicação. "Revista de Ciências da Computação" [Em linha]. ISSN 1646-6330 (Print) 2182-1801 (Online). Vol. 9, nº 9 (2014), p. 45-62
Inscreva-se em Universidade Aberta