Resistência bacteriana aos antibióticos: o que você deve saber e como se prevenir

Objetivo educacional: 
Esclarecer as causas, consequências e as principais formas de prevenir o processo de resistência aos antibióticos
Descrição: 
Cartilha elaborada por Caio Augusto Martins Aires, Marise Dutra Asensi com os colaboradores Natália Maria Lanzarini, Bruno Gouveia Motta, Polyana Silva Pereira, pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). A resistência aos antibióticos é considerada uma das maiores ameaças à saúde global atualmente? O surgimento de ‘superbactérias’, microrganismos resistentes à maioria dos fármacos disponíveis para tratamento, é um fenômeno associado ao uso indiscriminado desses medicamentos. A resistência é proveniente de modificações na estrutura de bactérias que podem ocorrer de forma aleatória, devido a alterações no material genético do microrganismo, ou por meio da aquisição de material genético de fontes externas, como vírus, outras bactérias e do ambiente. O uso indiscriminado dos antibióticos por instituições de saúde, pela população e em práticas agropecuárias também é um fator que contribui para o aumento da resistência. Entre as formas de prevenção, a cartilha recomenda, acima de tudo, o uso consciente de antibióticos, com utilização apenas no tratamento de infecções bacterianas e de acordo com prescrição médica. Além disso, a higienização adequada das mãos e cuidados específicos durante visitas a pacientes internados em hospitais podem prevenir a transmissão dos microrganismos.
Autor/Criador: 
Aires, Caio Augusto Martins
Asensi, Marise Dutra

Editora/Publicador:

Linguagem:

Formato:

Data da publicação: 
05/24/2018
Ano de Publicação: 
2 017
Direitos autorais: 
Fundação Oswaldo Cruz
Nível de agregação: 
1-Menor nível
Contexto Educacional: 
Aperfeiçoamento

Tags (palavra-chave):

Status: 
Final