A 76ª edição da Revista RET-SUS já está disponível on line.

A Revista RET-SUS nº 76, agora trimestral, traz a importante discussão sobre o consumo abusivo de agrotóxicos no Brasil e suas consequências para a saúde do ambiente e das pessoas. Outra matéria desta edição aborda os impactos da tríplice epidemia — zika, dengue e chikungunya — que o país enfrenta e como as escolas da Rede, por meio da formação profissional, integram-se às estratégias de combate aos três vírus transmitidos pelo Aedes aegypti. Acesse a revista completa aqui.
 
Questões de saúde pública
 
Reafirmando-se como importante espaço de troca de informações e experiências e compartilhamento de saberes entre as escolas técnicas do SUS, a Revista RET-SUS nº 76 inicia uma nova periodicidade — agora trimestral —, trazendo como matéria de capa o cenário brasileiro de maior consumidor mundial de agrotóxicos. Pesquisadores e movimentos sociais chamam atenção para a amplitude dos impactos na saúde pública que os chamados defensivos agrícolas provocam. 
 
Na seção ‘Especial’, a cobertura do 12º Congresso Internacional da Rede Unida, realizado de 21 a 24 de março, pela primeira vez em Campo Grande (MS).  Sob o tema Diversidade sim, desigualdade não: pluralidade na intervenção da vida, o evento reuniu cerca de cinco mil pessoas e três mil trabalhos, em meio a 110 távolas, 187 rodas de conversa, 45 oficinas de trabalho, nove seminários nacionais e sete fóruns internacionais, com uma centralidade na defesa da democracia brasileira.
 
A primeira edição deste ano de 2016 traz, ainda, uma entrevista com Ronald Ferreira dos Santos, presidente eleito para o triênio 2016-2019 do Conselho Nacional de Saúde (CNS). Ele faz um balanço da 15ª Conferência Nacional de Saúde, realizada no fim do ano passado, em meio a uma enorme crise política e econômica e atravessada por atos de apoio ao governo, a despeito de algumas críticas.
 
A seção ‘Em Rede’ desta revista traz um panorama da tríplice epidemia — zika, dengue e chikungunya — que o país enfrenta e revela como as escolas da RET-SUS, por meio da formação profissional, integram-se às estratégias de combate aos três vírus transmitidos pelo Aedes aegypti.
 
Em ‘Aconteceu’, um giro pela ESP-CE, ESP-MG, ETSUS-PI, ETSUS-MA, Efos (SC), ETSUS-SE, ETSUS-PA, ETSUS-AC, ESP-Iguatu (CE), Nuefs (ES), ETSUS-MS e Cetas (RO). Por fim, em ‘Panorama’, a publicação do Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para Cesariana, cujo foco é diminuir o número de cesarianas desnecessárias, uma vez que o procedimento, quando não indicado corretamente, pode resultar em morte materna e infantil.
 
 
Conselho Editorial da RET-SUS