MS aponta desafios para educação em saúde

"É preciso investir num processo de educação voltado para a necessidade do Sistema Único de Saúde (SUS) e formar os profissionais para atuação nas redes que foram lançadas ou estejam sendo implementadas por meio de um pacto tripartite. Também é preciso investir em educação permanente para o SUS e até na regulação profissional, definindo melhor quantas especialidades são necessárias para o sistema." Esses são alguns dos desafios apresentados por Mônica Sampaio, diretora do departamento de Gestão da Educação na Saúde do Ministério da Saúde. Ela proferiu uma palestra durante o 9° Encontro Nacional da Rede de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública, que termina no dia 12 de dezembro, no Rio de Janeiro.