GADELHA, Paulo

Aniversário de 56 anos da ENSP - solenidade de abertura

Descrição: 
Mesa de abertura, realizada no dia 15 de setembro de 2010, com o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, o diretor da Escola Antônio Ivo de Carvalho, o secretário de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, Sergio Cortês, o presidente do Cosems-RJ, Antonio Carlos de Oliveira Jr e o presidente da Asfoc-SN, Paulo César Ribeiro. Solenidade realizada no auditório térreo da Escola. Arquivo disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Abertura do Ano Letivo 2010 da ENSP

Descrição: 
O diretor lembrou que ex-alunos da Escola estão presentes em mais de 60% dos municípios brasileiros e que atualmente a ENSP conta com turmas de mestrado e doutorado em seus três programas: Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Epidemiologia em Saúde Pública -, que já concluiu mais de 15 turmas de mestrado profissionalizante, uma modalidade stricto sensu associada as necessidades reais do sistema de saúde. O arquivo está disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Seminário da Rede do Programa de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Saúde Pública, 1º, 2010 - debate

Descrição: 
Debate com o público presente ao seminário. O PDTSP é um programa da Fiocruz de indução à pesquisa estratégica, que tem como objetivo fomentar as atividades de pesquisa e desenvolvimento voltadas essencialmente para a inovação tecnológica no campo da saúde pública, tendo a perspectiva de contribuir e promover a saúde pública brasileira. A ideia é que o escopo do projeto seja construído em conjunto pelos diversos representantes envolvidos, na intenção de discutir as melhores estratégias de construção e implementação do PDTSP-Teias. O arquivo está disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Ceensp: Fiocruz: instituição estratégica de Estado para a Saúde - Paulo Gadelha

Descrição: 
Falou sobre os desafios da instituição para os próximos 20 anos e apresentou propostas para um novo modelo de gestão e respondeu várias perguntas feitas pelo público, que lotou o auditório. Para ele, a estrutura na qual a Fundação está calcada não suporta mais suas reais necessidades. O presidente Paulo Gadelha abordou 'VI Congresso Interno da Fiocruz'. Arquivo disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Ceensp: Fiocruz: instituição estratégica de Estado para a Saúde - debate

Descrição: 
No primeiro de uma série de Centros de Estudos especiais que a Ensp está promovendo para discutir o VI Congresso Interno da Fiocruz, o presidente da Fundação, Paulo Gadelha, falou sobre os desafios da instituição para os próximos 20 anos e apresentou propostas para um novo modelo de gestão, em seguida, Gadelha respondeu várias perguntas feitas pelo público, que lotou o auditório. Para ele, a estrutura na qual a Fundação está calcada não suporta mais suas reais necessidades. Após a exposição do presidente, os participantes apresentaram várias contribuições de natureza crítica e política e oportunidades relacionadas à conjuntura e à adequação a um novo modelo jurídico, o que, para Gadelha, mostra a riqueza do debate que está em curso. Debate de Paulo Gadelha com o público presente. O arquivo está disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Conferência 'Saúde, inclusão social e cidadania: contra a fome e a miséria' - mesa de abertura

Descrição: 
Mesa de abertura composta pelo diretor da ENSP, Antônio Ivo de Carvalho, pelo presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, e pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Reinaldo Guimarães. O arquivo está disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Laboratório Territorial de Manguinhos - Lançamento do site - Mesa de abertura.

Descrição: 
Os participantes da mesa de abertura foram: Fátima Pivetta (Cesteh/ENSP), coordenadora do Laboratório; Antonio Ivo de Carvalho, diretor da ENSP; André Malhão, diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz); Juliana Viliard (SVS/MS); e Paulo Gadelha, vice-presidente de Desenvolvimento Institucional e Gestão do Trabalho da Fiocruz. O arquivo está disponível para audição e/ou download por meio do ícone ao lado.

Oficina Loucos pela Diversidade: da diversidade da loucura à identidade da cultura - Paulo Amarante e Paulo Gadelha

Descrição: 
O projeto ‘Loucos pela Diversidade’, destinado a pessoas com sofrimento psíquico, e o ‘Além dos Limites’, um trabalho de arte-cultura para portadores de deficiência, conformam um programa e uma intervenção do Ministério da Cultura, chamado Cultura-Saúde, no qual Paulo Amarante foi nomeado coordenador nacional junto com Ricardo Lima. “Trata-se de uma ação de intersetorialidade da Escola e de toda a Fiocruz. Estamos radicalizando, criando e desenvolvendo o programa em conjunto”. O arquivo está disponível para leitura e/ou download por meio do ícone ao lado.

Desafios para a Gestão do SUS: discutindo as Fundações Estatais - abertura e palestras

Descrição: 
Arquivo de áudio contendo a cerimônia de abertura do evento e as palestras da professora Sonia Fleury (CEBES/FGV) e do Pesquisador Pedro Barbosa (DAPS/ENSP/FIOCRUZ), tendo como mediador, o Vice-Presidente de Desenvolvimento Institucional e Gestão do Trabalho da FIOCRUZ, Paulo Gadelha. A primeira palestrante, Sonia Fleury, comentou sobre a trajetória do CEBES, exaltando o trabalho da atual gestão no resgate da memória da reforma sanitária brasileira. Tratou também de fundações Estatais e dos atuais dilemas da reforma do estado no Brasil. Sônia apresentou ainda alguns problemas fundamentais da reforma orientada por este novo modelo de gestão. Pedro Barbosa, o segundo a se pronunciar, abordou a proposta de criação das fundações Estatais, iniciando sua exposição com alguns alertas sobre o modelo público de gestão hospitalar, que não pode levar em consideração apenas os princípios do SUS, mas sim reforçá-los, além de contribuir para a autonomia dos gestores e ampliar a transferência nessas gestões. Apresentou ainda os propósitos básicos desse novo modelo, como a ampliação da capacidade do Estado para regular e prover serviços nas áreas sociais, aumentar a transparência e a responsabilização e garantir institucionalidade e sustentabilidade organizacional no âmbito do Estado. Pedro apontou também algumas características desse novo projeto, como a capacidade de profissionalizar a gestão dos recursos e um novo formato de orçamento, através do financiamento via contrato de gestão a partir do orçamento público.

Páginas

Inscreva-se em GADELHA, Paulo