Vacinação

Sarampo [novos surtos, sintomas e formas de transmissão]

Descrição: 
Surtos de sarampo assustaram as autoridades sanitárias brasileiras ao mostrar que o vírus, que não circulava por aqui desde 2015, voltou a fazer vítimas no país. Por isso, o Ligado em Saúde voltou a falar sobre sarampo, relembrando os sintomas e explicando as formas de transmissão. O programa também trouxe a Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a poliomielite e explicou quem deve se vacinar. Para esclarecer as dúvidas, a apresentadora Marcela Morato conversou com o infectologista Marcelo Gonçalves; e com a Superintendente de Vigilância Sanitária em Saúde SMS - RJ Cristina Lemos.

Vacinação para pessoas que vivem com HIV

Descrição: 
A imunização de pessoas que vivem com o vírus HIV é fundamental para a prevenção de infecções oportunistas e para a manutenção da saúde. A apresentadora Marcela Morato conversa com a pesquisadora do laboratório de DST-Aids do Instituto Nacional de Imunização Evandro Chagas (INI/Fiocruz), médica infectologista Lara Coelho sobre essas vacinas. [Participantes: Cydia de Souza, infectologista do Centro Municipal de Saúde João Barroso Barreto; Sandro Souza 40 anos - Blogspot http://blogdosandro.com

Vacina: quem pode tomar ?

Descrição: 
Material (quatro diapositivos) de divulgação da Fiocruz, com informações e orientações a respeito da vacina contra a febre amarela no Estado do Rio de Janeiro, publicados no Jornal O Dia (Galeria de Fotos). A vacinação não é indicada para diversos tipos de pacientes, havendo necessidade de observação de cada caso; Adultos ou crianças a partir de 5 anos devem ser observados; intervalo entre a 1ª dose e a dose de reforço; o cuidado com as crianças menores de 5 anos e os casos onde a vacinação não é indicada e que há necessidade de avaliação médica.

Quem teve febre amarela pode pegar de novo?

Descrição: 
Vídeoaula do pesquisador Rivaldo Venâncio da Cunha, infectologista da Fiocruz que esclarece para a população, por meio de perguntas e respostas, sobre os riscos de reincidência da febre Amarela no Rio de Janeiro. Fora de áreas urbanas desde 1942, o vírus da febre amarela voltou a assustar moradores do Estado do Rio. Uma morte atribuída à doença causou apreensão em Casimiro de Abreu. Vacinação em massa e maior controle sobre o trânsito de pessoas em turismo ecológico são duas medidas tomadas imediatamente, por precaução. Os postos de saúde registram filas diariamente por conta do aumento da busca pela vacina. A notícia de que os cinco macacos mortos na Gávea e Jardim Botânico não tinham febre amarela, causou alívio. Em 27 de março começou campanha de vacinação preventiva.

Quais os sintomas e gravidade do vírus da febre amarela?

Descrição: 
Vídeoaula do pesquisador Rivaldo Venâncio da Cunha, infectologista da Fiocruz que esclarece para a população, por meio de perguntas e respostas quais os sintomas e gravidade do vírus da febre amarela? Fora de áreas urbanas desde 1942, o vírus da febre amarela voltou a assustar moradores do Estado do Rio. Uma morte atribuída à doença causou apreensão em Casimiro de Abreu. Vacinação em massa e maior controle sobre o trânsito de pessoas em turismo ecológico são duas medidas tomadas imediatamente, por precaução. Os postos de saúde registram filas diariamente por conta do aumento da busca pela vacina. A notícia de que os cinco macacos mortos na Gávea e Jardim Botânico não tinham febre amarela, causou alívio. Em 27 de março começou campanha de vacinação preventiva.

Quais reações podem ocorrer após a vacinação contra a febre amarela?

Descrição: 
Vídeoaula do pesquisador Rivaldo Venâncio da Cunha, infectologista da Fiocruz que esclarece para a população, por meio de perguntas e respostas quais reações podem ocorrer após a vacinação contra a febre amarela. Fora de áreas urbanas desde 1942, o vírus da febre amarela voltou a assustar moradores do Estado do Rio. Uma morte atribuída à doença causou apreensão em Casimiro de Abreu. Vacinação em massa e maior controle sobre o trânsito de pessoas em turismo ecológico são duas medidas tomadas imediatamente, por precaução. Os postos de saúde registram filas diariamente por conta do aumento da busca pela vacina. A notícia de que os cinco macacos mortos na Gávea e Jardim Botânico não tinham febre amarela, causou alívio. Em 27 de março começou campanha de vacinação preventiva.

Há riscos de surto de febre amarela no Rio?

Descrição: 
Vídeo do pesquisador Rivaldo Venâncio da Cunha, infectologista da Fiocruz que esclarece para a população, por meio de perguntas e respostas os riscos de surto de febre Amarela no Rio de Janeiro. Fora de áreas urbanas desde 1942, o vírus da febre amarela voltou a assustar moradores do Estado do Rio. Uma morte atribuída à doença causou apreensão em Casimiro de Abreu. Vacinação em massa e maior controle sobre o trânsito de pessoas em turismo ecológico são duas medidas tomadas imediatamente, por precaução. Os postos de saúde registram filas diariamente por conta do aumento da busca pela vacina. A notícia de que os cinco macacos mortos na Gávea e Jardim Botânico não tinham febre amarela, causou alívio. Em 27 de março começou campanha de vacinação preventiva.

Febre Amarela

Descrição: 
O apresentador Renato Farias conversa com o especialista em saúde, ambiente e sustentabilidade - VPAAPS/Fiocruz, Guilherme Franco Neto e o consultor científico sênior de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Akira Hormma sobre as dúvidas que a população possui acerca da febre amarela e da vacinação e vão discutir essa questão em maior profundidade com a ajuda desses especialistas. O surto de febre amarela silvestre enfrentado pelo Brasil colocou profissionais de saúde e a população em estado de alerta. Mas a quantidade de notícias desencontradas, manchetes sensacionalistas e a disseminação de boatos e desinformação também levaram as pessoas a ficarem com medos desnecessários e a fazer filas em postos de saúde para receber a vacina, muitas vezes, sem que houvesse urgência.

Orientações para vacinação imediata contra Febre Amarela em Minas Gerais

Descrição: 
Guia de vigilância em saúde, infográfico sobre febre Amarela, de vacinação garantida, com orientações para vacinação imediata em Minas Gerais. Publicado pelo Ministério da Saúde. Governo federal quadruplica estoques de doses contra a febre amarela em Minas Gerais no mês de Janeiro de 2017. Dirigida para grupos prioritários: pessoas que vivem em áreas rurais dos municípios com casos suspeitos e pessoas que nunca se imunizaram contra a doença nos municípios mineiros com casos suspeitos da doença.

Dia D contra a pólio: chefe do CSEGSF fala sobre a doença e as atividades do ‘Fiocruz pra Você’

Descrição: 
Na sexta-feira (15/06) que antecedeu o Dia Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil), a chefe do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria da ENSP (CSEGSF/ENSP), Else Bartholdy Gribel, concedeu uma entrevista ao telejornal Bom Dia Rio, onde esclareceu os objetivos da campanha do Dia D contra pólio, as progressão e sintomas da doença e as atividades que a Fiocruz e o Centro de Saúde realizaram no ‘Fiocruz pra Você’, no sábado (16/06). A entrevista pode ser acessada nos aquivos em anexo.
Inscreva-se em Vacinação