pt-br

A Saúde da Família em Populações de Fronteira

Descrição: 
Neste módulo, pretendemos promover uma refl exão sobre o acesso da população fronteiriça na rede de atenção à saúde, desde a atenção primária até a de média e alta complexidade. Abordaremos também como estão organizados os serviços no que se refere às questões do direito ao acesso, sistemas de informação e parcerias bilaterais

A Estratégia Saúde da Família na Atenção Básica do SUS

Descrição: 
Nesta unidade são apresentados os principais conceitos da organização da Estratégia de Saúde da Família como proposta adotada pelo Ministério da Saúde desde o final do século XX para reorganizar a atenção básica no SUS. Assim, são apresentados conceitos como Rede de Atenção à Saúde (RAS) e as diferentes possibilidades de organização da ESF no Brasil. A unidade contempla uma descrição das principais atribuições dos membros das equipes de saúde da família incluindo saúde bucal e encerra apresentando o conceito da atenção complementada pelos Núcleos de Atenção à Saúde da Família (NASF) e as ferramentas que lhes dão suporte como apoio matricial, clínica ampliada e Projeto Terapêutico Singular (PTS).

Planejamento e Gestão do Trabalho [notícia de jornal fictícia]

Descrição: 
Introdução à Planejamento e Gestão do Trabalho, através do estudo do histórico, conceitos, atributos e modelos nacionais e internacionais.

A saúde da família indígena

Descrição: 
Esta obra apresenta aspectos gerais sobre os povos indígenas do Brasil, a Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas e resultados de estudos que nos dão um panorama da ampliação das pesquisas realizadas nos últimos anos junto aos povos indígenas de Mato Grosso do Sul, destacando o esforço investigativo empregado nas diferentes instituições de ensino e pesquisa do Estado. É evidente a importância e a contribuição deste módulo no oferecimento de subsídios para uma melhor compreensão desta complexa realidade, especialmente no momento de mudanças por que passa o Subsistema de Atenção à Saúde Indígena, com a criação da Secretaria Especial de Saúde Indígena, que tem como missão a proteção, a promoção e a recuperação da saúde dos povos indígenas, a gestão da saúde indígena, bem como orientação no desenvolvimento das ações de atenção integral e de educação em saúde segundo as peculiaridades, o perfil epidemiológico e a condição sanitária de cada Distrito Sanitário Especial Indígena, em consonância com as políticas e programas do Sistema Único de Saúde – SUS.

Cachoeira da Serra II: conhecendo o sistema de saúde local

Descrição: 
Este caso aborda o sistema de saúde do município fictício de Cachoeira da Serra - cenário para os debates de todos os casos complexos do curso. A introdução aborda temas gerais do sistema de saúde local, como histórico e principais locais de atenção secundária e terciária, além do controle social. A atenção básica contempla um maior aprofundamento, através da descrição dos serviços de atenção básica em cada território (Ilha das Flores, Santo Antônio e Pedra Azul), o aluno conhece os personagens das equipes de saúde da família de cada USF bem como características positivas e/ou negativas de cada uma e os desafios encontrados para desenvolver a atenção da população.

Epidemiologia aplicada [história em quadrinhos fictícia]

Descrição: 
Introdução à Epidemiologia Aplicada, através do estudo do histórico, conceitos, atributos e modelos nacionais e internacionais.

Administração em Saúde da Família

Descrição: 
Promover reflexões sobre a prática cotidiana, de modo a produzir um ressignificado do trabalho em saúde. O que cada um precisa para manifestar suas habilidades? Que contexto se faz necessário para que essas habilidades se manifestem? E ainda, nesse sentido, o que eu preciso que os outros me ofereçam e o que eu preciso oferecer aos outros? Todo e qualquer conteúdo deste módulo, deste curso e de outros podem se tornar a saudade de um período bom, mas que passou, que fi cou no passado e que não faz parte do presente caso não seja colocado em prática. O que quero dizer com isso é que os contextos de que vocês necessitam, de que nós necessitamos para manifestar nossas habilidades na prática e sermos agentes de transformação da realidade precisa ser criado, precisa ser construído. Este é o grande desafio – criar os contextos para que o dia a dia seja transformado. Com este módulo, espera-se oferecer instrumental que contemple a praticidade, articulado às demandas da Gestão. Historicamente, nas atividades gerencias e de coordenação dos serviços de saúde, esse papel tem sido desempenhado, na maioria das vezes, pelos enfermeiros em muitos municípios. Entretanto, atualmente, cada vez mais, médicos, odontólogos e outros profi ssionais também têm se inserido em atividades administrativas e de gestão no campo da saúde. Essa é uma realidade crescente. E foi pensando nisso que a proposta inicial de se abordarem neste módulo as Concepções Teóricas da Gerência de Enfermagem e os Aspectos Éticos e Legais da Gerência em Enfermagem deu espaço para uma abordagem mais abrangente: a Gestão Administrativa no SUS, que também vai explorar a dimensão da ética. Então vamos abordar, além da Gestão Administrativa no SUS, aspectos sobre Planejamento Estratégico em Saúde, Sistema de Informação em Saúde, Gestão da Qualidade nos Serviços de Saúde, Gestão Organizacional na Rede Básica, Gestão do Potencial Humano e Gestão de Recursos Materiais.

Participação social no SUS

Descrição: 
A unidade inicia abordando, na forma de dialogo com o leitor, a questão da cidadania e construção de direitos civis, políticos e sociais no Brasil a partir do final do regime militar - final da década de 1980. A discussão central se dá em torno de políticas públicas e a participação social na elaboração das mesmas, com foco central na saúde. A partir do princípio de direito à saúde, garantido pela Constituição Federal de 1988 e a estruturação do SUS, organizaram-se as instâncias de participação social nas três esferas governamentais, ressaltando a importância, na composição de Conselhos e das conferências, da representação majoritária de usuários do sistema, expressando posições e participando do controle do sistema e da elaboração de políticas.

Epidemiologia aplicada [notícia fictícia de jornal]

Descrição: 
Introdução à Epidemiologia Aplicada, através do estudo do histórico, conceitos, atributos e modelos nacionais e internacionais.

Assistência de Enfermagem por Ciclos de Vida

Descrição: 
A história da criança, em todo o mundo, tem sido marcada por episódios muito tristes de abandono, mortalidade infantil em níveis elevados, negligência nos cuidados por parte da família e pelo Estado. Comparando os dias atuais com os séculos passados, percebem-se as grandes mudanças ocorridas em relação às políticas públicas de saúde direcionadas à criança. Apesar de tantas mudanças, alguns agravos, como a desnutrição infantil, a diarreia e as infecções respiratórias agudas continuam sendo motivo constante de consultas nas Unidades de Saúde da Família. Sabe-se que, nas ações voltadas à saúde da criança, o enfermeiro tem papel fundamental no desenvolvimento de atividades educativas em saúde com pais, professores e cuidadores, mas é na consulta de enfermagem que se cria a oportunidade de prescrever cuidados que podem contribuir para a promoção, proteção e recuperação da saúde das crianças de sua área de abrangência. Embora seja uma atribuição indelegável a outros profissionais, a realização da consulta de enfermagem ainda é um grande desafi o para os profi ssionais enfermeiros e depende de muitos fatores, sobretudo de seu empenho em proporcionar o melhor de si para sua comunidade. O objetivo deste módulo é proporcionar ao enfermeiro a atualização de conhecimentos e de habilidades que possibilitem conhecer a realidade da criança e de sua família e, dessa forma, propor ações de enfermagem adequadas e específicas às crianças e famílias sob sua responsabilidade.

Páginas

Inscreva-se em pt-br