Tuberculose

Tuberculose Extrapulmonar

Descrição: 
A tuberculose pode atacar outros órgãos além do pulmão. Por ser mais rara, a tuberculose extrapulmonar é mais difícil de diagnosticar. O Ligado em Saúde mostrou os tipos de tuberculose extrapulmonar mais comuns, além de apontar os sintomas e explicar como é o tratamento da doença. Para esclarecer as dúvidas sobre o assunto, a apresentadora Marcela Morato conversou com a enfermeira do CRPHF - Centro de Referência Professor Hélio Fraga da ENSP/Fiocruz, mestre em Epidemiologia em Saúde Pública no controle da Tuberculose, Suzanne Pereira Leite. Participante: Joilson Vicente da Silveira, 28 anos; Alexandra Sanchez, pneumologista e pesquisadora do CRPHF; Carlos Rubens, chefe do APPG/CRPHF/ENSP/Fiocruz.

Tuberculose: diagnóstico

Descrição: 
Este vídeo apresenta as principais técnicas laboratoriais de diagnóstico da tuberculose. Participação de Miguel Viveiros e Jorge Ramos, micobacteriologistas. Esta produção aconteceu no âmbito do projeto “Saúde Tropical”, para formação de técnicos de saúde, de países africanos de língua portuguesa. Atouguia, Jorge - Tuberculose [Em linha] : diagnóstico. Realização de Helder Matta e Silva; Tecnólogo Vítor Almeida. Lisboa : Universidade Aberta, 2008. 1 prog. vídeo (28 min., 35 seg.) Link do vídeo: https://vimeo.com/user34119652/review/148614368/c22507c328

Tuberculose: história, patogénese e clínica

Descrição: 
Este vídeo apresenta a história, patogénese e clínica da tuberculose. Esta produção aconteceu no âmbito do projeto “Saúde Tropical”, para formação de técnicos de saúde, de países africanos de língua portuguesa. Referência videográfica: Atouguia, Jorge - Tuberculose [Em linha] : história, patogénese e clínica. Realização de Helder Matta e Silva; Tecnólogo Vítor Almeida. Lisboa : Universidade Aberta, 2008. 1 prog. vídeo (21 min., 26 seg.). Link do vídeo: https://vimeo.com/user34119652/review/148613933/bc1d70350b

Tuberculose: tratamento e controlo

Descrição: 
Este vídeo apresenta os processos relacionados com o tratamento e controlo da tuberculose. Esta produção aconteceu no âmbito do projeto “Saúde Tropical”, para formação de técnicos de saúde, de países africanos de língua portuguesa. Atouguia, Jorge - Tuberculose [Em linha] : tratamento e controlo. Realização de Helder Matta e Silva; Tecnólogo Vítor Almeida. Lisboa : Universidade Aberta, 2008. 1 prog. vídeo (15 min., 52 seg.) Link do vídeo: https://vimeo.com/user34119652/review/148613563/bb4db3c592

Tuberculose: o mundo contra a tuberculose

Descrição: 
Entrevista na qual o Dr. Jorge Sampaio, fala sobre missão da ONU na luta contra a tuberculose. Produção no âmbito do projeto “Saúde Tropical”, para formação de técnicos de saúde, de países africanos de língua portuguesa. Referência Videográfica: Atouguia, Jorge - Tuberculose [Em linha] : o mundo contra a tuberculose. Realização de Helder Matta e Silva; Tecnólogo Vítor Almeida. Lisboa : Universidade Aberta, 2008. 1 prog. vídeo (11 min., 52 seg.) Link do vídeo: https://vimeo.com/user34119652/review/148613559/5a4eae59e7

Curso de Tuberculose ações para controle da tuberculose na ação básica

Descrição: 
Esse curso é resultado de uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS). O objetivo da iniciativa é fazer com que médicos e enfermeiros de toda a rede básica do país (de centros de saúde, de postos de saúde e das equipes de saúde da família) aprendam a diagnosticar casos de tuberculose, manejar corretamente e promover atividades de detecção, controle e busca de contatos. A capacitação dos profissionais possibilitará uma redução ainda maior da incidência e da mortalidade pela doença.Apesar dos grandes avanços que tivemos nos últimos anos, a tuberculose ainda é um grande problema de saúde pública em nosso país. A manutenção do problema acontece, entre outros motivos, porque menos de 60% dos casos são diagnosticados na atenção básica. Ainda é muito frequente no Brasil, infelizmente, que casos de tuberculose só sejam diagnosticados nos prontos-socorros e nas unidades de pronto atendimento (UPAs), quando o paciente já apresenta um quadro mais grave.O diagnóstico precoce é o primeiro passo para a redução da mortalidade por tuberculose, que ainda é relativamente alta em nosso país. O segundo passo está relacionado ao atendimento: o vínculo entre paciente e atenção básica vai aumentar muito as chances de que ele complete o tratamento, atingindo um percentual de cura elevado. Esta é outra grande estratégia para reduzir a incidência da tuberculose.Por último, nas ações de vigilância, é importante a realização da busca de contatos. Onde existe um caso de tuberculose, seja no ambiente familiar, no ambiente do trabalho, no ambiente de convivência, provavelmente existem outros casos de tuberculose. Encontrá-los, diagnosticar precocemente e tratá-los significa interromper a cadeia de transmissão e fazer com que a tuberculose se reduza ainda mais no Brasil.

A nova tecnologia Genexpert e seu impacto na organização de novos serviços, captação de casos e controle da tuberculose droga resistente.

Descrição: 
  Apresentação de Maria Claudia da Silva Vater, professora adjunta da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, durante a sessão científica do Centro de Estudos da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, realizada no Auditório do Salão Internacional da Escola (ENSP/Fiocruz) no dia 27 de fevereiro de 2013. A atividade foi coordenada por Gisele O’Dwyer e Jesus Pais Ramos, coordenadores de Ensino e Pesquisa do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria/ENSP e do CRPHF, respectivamente. O mediador da sessão foi o chefe do CRPHF, Miguel Aiub Hijjar.  Apresentou os resultados preliminares, explicou que as análises foram realizadas no período de fevereiro a outubro de 2012 e apontaram que o uso da tecnologia aumentou em 34% a detecção de casos de TB nas condições de rotina, em comparação com a baciloscopia de escarro. Em seguida, a professora falou sobre a pesquisa "O problema da mediação dos custos de tecnologias de diagnóstico de tuberculose pulmonar", e disse que a principal premissa é o que deve ser considerado como custo para a realização de um diagnóstico de TB. O objetivo da pesquisa foi avaliar o processo inteiro, não apenas tecnologia em si.  Conhecer os resultados preliminares das análises que foram realizadas no período de fevereiro a outubro de 2012, onde apontaram que o uso da tecnologia aumentou em 34% a detecção de casos de tuberculose nas condições de rotina, em comparação com a baciloscopia de escarro.Arquivos disponíveis para áudio:http://www5.ensp.fiocruz.br/biblioteca/imagens/audio.jpg

A nova tecnologia Genexpert e seu impacto na organização de novos serviços, captação de casos e controle da TB droga resistente.

Autor:

Descrição: 
 Apresentação de Fernanda Dockhorn Costa, médica infectologista do Programa Nacional de Controle da Tuberculose do Ministério da Saúde (PNCT/MS, durante o debate da sessão científica do Centro de Estudos da Escola Nacional de Saúde Pública, realizada no Auditório do Salão Internacional da Escola (ENSP/Fiocruz) no dia 27 de fevereiro de 2013. A atividade foi coordenada por Gisele O’Dwyer e Jesus Pais Ramos, coordenadores de Ensino e Pesquisa do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria/ENSP e do CRPHF, respectivamente. O mediador da sessão foi o chefe do CRPHF, Miguel Aiub Hijjar. A médica infectologista convidada para debater o assunto, apresentou a proposta de avaliação para implementação da tecnologia GeneXpert no Sistema Único de Saúde. Alertou para o grave problema de saúde pública que a tuberculose hoje representa no Brasil. Segundo dados do Programa Nacional de Controle da Tuberculose (PNCT/MS), em 2011, foram notificados 74 mil novos casos de tuberculose no país. Em 2010, o número de mortes chegou a 4.600, e foram diagnosticados 642 novos casos de tuberculose multirresistente. Para ela, o uso da tecnologia no SUS será capaz de diminuir significativamente o número de casos da doença, visto que, quanto mais rápido é o diagnóstico da tuberculose, mais rápida também é a cura e menor é o risco de sequela no paciente e de disseminação da doença. Atualmente, o Brasil é o quarto país no mundo que mais utiliza essa tecnologia. Arquivos disponíveis para leitura:http://www5.ensp.fiocruz.br/biblioteca/imagens/powerpoint.jpgArquivos disponíveis para áudio:http://www5.ensp.fiocruz.br/biblioteca/imagens/audio.jpg   

Genexpert MTB/RIF

Autor:

Descrição: 
Abertura do evento A nova tecnologia GeneXpert e seu impacto na organização de serviços, captação de casos e controle da tuberculose droga resistente e palestra da professora Fátima Cristina Fandinho Montes, chefe do Laboratório de Referência Nacional em Tuberculose e Outras Micobactérias, do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/ENSP), durante a sessão científica do Centro de Estudos da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, realizada no Auditório do Salão Internacional da Escola (ENSP/Fiocruz) no dia 27 de fevereiro de 2013. A atividade foi coordenada por Gisele O’Dwyer e Jesus Pais Ramos, coordenadores de Ensino e Pesquisa do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria/ENSP e do CRPHF, respectivamente. O mediador da sessão foi o chefe do CRPHF, Miguel Aiub Hijjar. A professora fez uma abordagem do método da tecnologia GeneXpert. Segundo ela, há muito tempo, procuram-se métodos mais rápidos de diagnóstico da doença, em confronto com o método comumente utilizado, chamado diagnóstico laboratorial. Neste, o diagnóstico da tuberculose ativa é feito por exame de escarro, ou seja, a baciloscopia do escarro, que não é capaz de identificar a resistência à rifampicina, utilizada para o tratamento da tuberculose. O GeneXpert, por sua vez, é capaz de identificar a resistência a esse fármaco. A perspectiva é que também identifique outros, pois foi desenvolvido para outros agravos, não somente a tuberculose, como marcadores oncológicos, por exemplo, explicou. Arquivos disponíveis para leitura, audição e/ou download nos ícones ao lado.O Centro de Estudos da ENSP (Ceensp) é um importante espaço de atualização científica, com a troca permanente de experiências e conhecimentos entre pesquisadores de instituições do Brasil e de vários países, que vêm a Escola para debates com pesquisadores, alunos e demais interessados em contribuir com os diversos temas da saúde pública. O objetivo é apresentar e consolidar reflexões para a realidade de saúde púública e para o sistema de ciência e tecnologia. O Ceensp é um componente estratégico para a formação dos alunos, destinado a circulação de idéias e de diálogo com os diversos setores da saúde pública. 

A nova tecnologia Genexpert e seu impacto na organização de novos serviços, captação de casos e controle da tuberculose droga resistente - Betina Durovni

Autor:

Descrição: 
 Palestra proferida por Betina Durovni, superintendente da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS-RJ), durante a sessão científica do Centro de Estudos da Escola Nacional de Saúde Pública, realizada no Auditório do Salão Internacional da Escola (ENSP/Fiocruz) no dia 27 de fevereiro de 2013. A atividade foi coordenada por Gisele O’Dwyer e Jesus Pais Ramos, coordenadores de Ensino e Pesquisa do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria/ENSP e do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF). O mediador da sessão foi o chefe do CRPHF, Miguel Aiub Hijjar.  Apresentou o Estudo-piloto de implementação do GeneXpert para o diagnóstico da tuberculose pulmonar em dois municípios no Brasil, realizado no Rio de Janeiro e em Manaus. Segundo Betina, a inovação no tratamento da TB é fundamental para diminuir o número de casos. O objetivo do estudo foi estimar, em condições de rotina de unidades públicas de saúde de dois municípios do Brasil, o impacto da implementação do teste Xpert na detecção de casos de TB pulmonar e na detecção de tuberculose multirresistente.Arquivos disponíveis para leitura:http://www5.ensp.fiocruz.br/biblioteca/imagens/powerpoint.jpgArquivos disponíveis para áudio:http://www5.ensp.fiocruz.br/biblioteca/imagens/audio.jpg O Centro de Estudos da ENSP (Ceensp) é um importante espaço de atualização científica, com a troca permanente de experiências e conhecimentos entre pesquisadores de instituições do Brasil e de vários países, que vêm a Escola para debates com pesquisadores, alunos e demais interessados em contribuir com os diversos temas da saúde pública. O objetivo é apresentar e consolidar reflexões para a realidade de saúde púública e para o sistema de ciência e tecnologia. O Ceensp é um componente estratégico para a formação dos alunos, destinado a circulação de idéias e de diálogo com os diversos setores da saúde pública. 

Páginas

Inscreva-se em Tuberculose