Saúde Pública

Suicídio [como problema de saúde pública]

Descrição: 
Videoaula sobre suicídio. O Suicídio é o ato intencional de matar a si mesmo. O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública. Sua causa mais comum é um transtorno mental e/ou psicológico que pode incluir depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, alcoolismo e abuso de drogas. Dificuldades financeiras e/ou emocionais também desempenham um fator significativo. Mais de um milhão de pessoas cometem suicídio a cada ano, tornando-se esta a décima causa de morte no mundo. Trata-se de uma das principais causas de morte entre adolescentes e adultos com menos de 35 anos de idade. Entretanto, há uma estimativa de 10 a 20 milhões de tentativas de suicídios não-fatais a cada ano em todo o mundo. Alguns sinais de que uma pessoa pode estar considerando cometer suicídio: mudança de comportamento; discurso sobre a morte; não enxerga mais possibilidades no futuro; planeja a divisão de bens; faz cartas de despedida; e provoca automutilação. A apresentadora Yasmine Saboya conversa sobre o tema com Patrícia Fantesa do Centro de Valorização da Vida - CVV; Francisco Picozzi, advogado; Sandra Fortes, psiquiatra. Participantes: Eduardo Costa, repórter; Inácio Queiroz, voluntário do CVV.

Gestão em Saúde Pública: contribuições para a política, v.3

Descrição: 
Livro organizado por Idê Gomes Dantas Gurgel; Kátia Rejane de Medeiros; Antônio Augusto Vieira de Aragão; Rejane Maria de Santana, publicado em 2014.Foi escrito por docentes, alunos e alguns colaboradores do Curso de Mestrado Profissional em Saúde Pública do Departamento de Saúde Coletiva (Nesc) do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães da Fiocruz em Pernambuco. Os autores abordam a evolução nos processos das transições demográfica e epidemiológica, utilizando diversos indicadores, através de séries históricas, com dados e informações principalmente do IBGE. Abordam, ainda, os principais determinantes desses processos de transição, como os gastos públicos em saúde, o acesso da população aos serviços de saneamento, a ampliação da escolarização e do uso de métodos anticoncepcionais e de esterilização em mulheres e homens e ainda apontam para programas públicos de transferência de renda a parcelas da população mais pobre, entre outros determinantes. Os autores apontam importantes dificuldades e contradição entre os dados dos sistemas de notificação e destacam os acidentes de trabalho classificados como “Grave” e com exposição a material biológico. Num estudo epidemiológico de corte transversal, os autores do capítulo seis analisam as relações entre a capacidade para o trabalho e a saúde dos servidores do Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco. O estudo contempla uma amostra de 310 funcionários, abordando as características sociodemográficas e funcionais e o índice de capacidade para o trabalho.

Carlos Batistella 2

Descrição: 
Entrevista com Carlos Batistella que procura instigar os leitores a adotar atitudes e métodos  sobre a questão da análise da situação da saúde.Segunda parte da coleção Educação Profissional e Docência em Saúde: a formação e o trabalho do Agente Comunitário de Saúde. 

Saúde Coletiva ou restauração da Saúde Pública

Descrição: 
Apresentação (power-point) de Jairnilson Silva Paim, professor titular do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA), durante a abertura do ano letivo  (2014) da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), realizada no auditório térreo da ENSP no dia 26 de março de 2014.Em sua exposição, Paim traçou um histórico da formação do campo da Saúde Coletiva no Brasil, iniciado com o movimento da Reforma Sanitária, e apresentou os valores, projetos e perspectivas da Saúde Pública e Saúde Coletiva no país. Aborda também os problemas decorrentes do financiamento e da má formação de Recursos Humanos para o SUS, apontando ainda algumas diferenças entre os conceitos de Saúde Pública e Saúde Coletiva.

Curso de Atualização do Manejo Clínico da Dengue

Descrição: 
Este curso é resultado de uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS). O objetivo da iniciativa é fazer com que médicos e enfermeiros da atenção básica e da urgência e emergência aprendam ou se aperfeiçoem no diagnóstico e tratamento da dengue.A expectativa é de que a capacitação dos profissionais, por meio de quatro casos clínicos que ocorrem comumente no dia a dia, possibilite uma redução ainda maior dos casos graves e da mortalidade pela doença. Por meio do esforço das autoridades brasileiras e da sociedade civil para controlar a doença, o Brasil conseguiu reduzir em 28% o número de casos de dengue entre 2010 e 2011. Os registros e óbitos da doença também têm alcançado significativas quedas ao longo dos anos.O curso é composto por módulos, totalmente autoinstrutivo, não há tutores, podendo ser feito diretamente pela internet. São quatro casos clínicos a serem solucionados pelos participantes. Cada caso deve demandar, em média, 15 minutos para ser completado, podendo estender-se de acordo com a necessidade de pesquisa dentro do conteúdo do curso. A plataforma à distância é compatível com smartphones. Assim, o profissional de saúde poderá acessar o conteúdo via Ipad ou Iphone. Outra opção é efetuar o download do conteúdo e desenvolver o curso sem acesso à rede, por computador ou celular.

Portal de dissertações e teses na área de saúde pública: Saúde Pública Brasil

Descrição: 
O Portal de Teses e Dissertações em Saúde Pública disponibiliza o acesso gratuito a textos completos de dissertações e teses defendidas no campo da saúde pública, além de oferecer serviços como divulgação de teses, notícias e indicadores da área. Em alguns trabalhos, o usuário terá acesso a arquivos de áudio com entrevistas dos autores, nas quais serão apresentados mais detalhes do estudo.O projeto Portal de Teses tem como objetivo principal estimular a disseminação e integração dos conhecimentos e práticas de saúde, veiculados nas teses de saúde pública. Além de oferecer uma visão de conjunto das dissertações e teses na área de saúde pública, todo o material passa por tratamento digital e veiculação eletrônica, com atualização permanente, das dissertações e teses de saúde pública.O acervo da ENSP do Portal de Teses e Dissertações em Saúde Pública já conta 709 trabalhos digitalizados desde o ano de 2005.Como publicar?O Portal de Teses publica eletronicamente teses e dissertações que contribuam ao estudo da saúde pública em geral e áreas afins, como epidemiologia, nutrição, parasitologia, ecologia e controle de vetores, saúde ambiental, políticas públicas e planejamento em saúde, ciências sociais aplicadas à saúde, dentre outras.Se a sua tese ou dissertação se enquadra nos critérios de seleçãodo Portal, você poderá enviá-la por meio eletrônico em arquivo com texto completo (capa, sumário, resumo, capítulos, bibliografia e anexos) formato DOC (Word) ou Adobe PDF para o e-mail bvsensp@cict.fiocruz.br.Para edição eletrônica do texto completo, é solicitado que o autor assine um documentoautorizando esse procedimento. Esse documento deverá ser preenchido pelo autor, impresso e assinado, e enviado, através dos correios (Rua Leopoldo Bulhões, 1480, Manguinhos - 21041-210 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil) ou pelo fax (55-21)2290-4925. 

Cobertura de competências da epidemiologia aplicada em escolas de saúde pública selecionadas

Descrição: 
A atividade teve por objetivos descrever a experiência - de fundo - de métodos, resultados e limitações da análise da amostra de graduados, acreditados em instituições de saúde pública; comparar as competências em epidemiologia aplicada da ENSP com outras escolas de saúde pública (norte-americanas); informar a Escola sobre sua competência em epidemiologia aplicada a projeto práticos e fornecer uma análise que possibilite discussão, amadurecimento e recomendações correspondentes para estimular o desenvolvimento e a intensificação de um currículo que seja enfocado a epidemiologia prática aplicada. Os arquivos estão disponíveis para audição, leitura e/ou download nos ícones ao lado.

Solenidade de abertura dos 54 anos da ENSP - mesa de abertura

Descrição: 
O arquivo está disponível para audição e/ou download no ícone ao lado.

Saúde, Trabalho e Ambiente: desafios para o SUS.

Descrição: 
A Aula Inaugural do Mestrado Profissional do Programa de Saúde Pública e Meio Ambiente, versou sobre: 'Saúde, Trabalho e Ambiente: desafios para o SUS', a aula magna foi proferida por Elizabeth Costa Dias, professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O arquivo está disponível para leitura, audição e/ou download por meio do ícone ao lado.

Desenvolvimento de competência de juízo moral e ambiente de ensino aprendizagem: uma investigação com estudantes de graduação em enfermagem.

Descrição: 
A partir da análise de depoimentos de estudantes, o trabalho busca identificar oportunidades no ambiente de ensino capazes de contribuir para o desenvol- vimento da competência moral, definida como 'capacidade de realizar juízos morais com base em princípios morais internos e agir de acordo com tais juízos', que implica na prática reflexiva e na produção do discurso racional. O arquivo está disponível para leitura e/ou download por meio do ícone ao lado.

Páginas

Inscreva-se em Saúde Pública