Saúde

Doenças transmitidas por águas e alimentos: cólera: diagnóstico, terapêutica e controlo

Descrição: 
Este vídeo apresenta o diagnóstico, terapêutica e controlo da cólera, com base numa experiência de campo na Guiné-Bissau. Produção no âmbito do projeto “Saúde Tropical” para formação de técnicos de saúde, de países africanos de língua portuguesa. Referência Videográfica: Atouguia, Jorge - Doenças transmitidas por águas e alimentos [Em linha] : cólera: diagnóstico, terapêutica e controlo. Realização de Helder Matta e Silva; Tecnólogo Vítor Almeida. Lisboa : Universidade Aberta, 2008. 1 prog. vídeo (16 min., 25 seg.) Link do vídeo: https://vimeo.com/user34119652/review/148728288/e25084dfb6

Critérios de escolha alimentar: critérios saúde/bem estar: modo de produção biológico

Descrição: 
Neste documento (texto de apoio) considera-se a problemática do critério: Saúde nas escolhas alimentares do consumidor, particularizando a análise para o caso dos alimentos oriundos do Modo de Produção Biológico. Este documento deve ser lido em sintonia com os Slides sobre o mesmo tema.

A working guide to international comparisons of health (Um guia internacional de trabalho para as comparações de saúde).

Descrição: 
Health care systems around the world are diverse. They vary in the way they are financed, how services are delivered and how health information is collected and used. Their evolution may have been influenced by the country’s political, cultural and historical experiences. Despite these differences, many countries share the same health goals and face similar health challenges. This makes international comparisons of health experiences an important tool to inform priorities and policies for health services and to monitor progress in achieving health objectives.The guide is intended to encourage users of international health-related data to consider the complexities before comparing countries, and to assist them in interpreting the results of these comparisons. It presents examples to highlight the types of questions to ask when using health data in an international.Checklist for international comparisons of health:Data quality - consistency are the data defined consistently across countries?Methodology - do all countries use the same method to collect the data?Coverage - do the data cover similar parts of the population?Time period - do the data refer to the same time period?      Choice of countries (Comparability – are countries sufficiently similar to support comparison ?)Presentation and interpretationPresentation - are the data presented appropriately?Explanation - is the variation between countries adequately explained?Underlying differentials - are differences within countries considered?Context - can the data be used outside of the international comparison?    

Seminário Saúde e Trabalho em Saúde - Élida Azevedo Hennington.

Descrição: 
O seminário 'Saúde e Trabalho em Saúde', realizado pelo Grupo Pesquisa e Intervenção em Atividade de Trabalho, Saúde e Relações de Gênero (Pistas/Cesteh/ENSP) e a subárea Saúde, Trabalho e Ambiente do Programa de Pós-graduação em Saúde Pública da ENSP, reuniu três temáticas diferentes para abordar a relação entre saúde e trabalho, apesar das diferentes visões, que enfocaram a relação entre o trabalhador e a máquina, o trabalho e o cansaço e o serviço de saúde, as palestrantes abordaram alguns pontos em comum. Entre eles, a importância de levar em consideração a visão do profissional nos processos de trabalho. Élida apresentou a pesquisa que tem como objetivo analisar a gestão dos processos de trabalho e o desenvolvimento de práticas humanizadoras no âmbito do Ipec. O arquivo está disponível para leitura e/ou download por meio do ícone ao lado.

EFEITOS DE UM PROGRAMA DE ATIVIDADE E SAÚDE SOBRE POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES DE SALVADOR-BA

Autor:

Descrição: 
Problemas como a hipertensão arterial, a obesidade, e sobrepeso tem crescidos consideravelmente no Brasil. Policiamento Ostensivo (PO) fardado realizado por Policiais Militares (PMs) e salvamento de vidas alheias e de riquezas realizados pelos Bombeiros Militares (BMs), demandam alto gasto energético. Por isso eles devem possuir bom condicionamento físico e ótimo controle emocional, para estarem preparados a enfrentar as tensões causadas pelo tipo de serviço desenvolvido, também podem apresentar estas doenças. Este estudo visa mostrar os efeitos de um programa de orientação em Atividade Física (AF) e saúde sobre 48 PMs e BMs da Região Metropolitana de Salvador (RMS), através da análise das seguintes variáveis: Massa Corporal Total (MCT) que reduziu em 72,9% (35 indivíduos), não se alterou em 10,4% (5 pessoas) e elevou-se em 16,7% da amostra (8 pessoas) em média. A redução média do peso foi de 3,02 quilogramas (p=0.000) após o programa; Pressão Arterial Sistólica (PAS) que variou de 137,40±27,83 mmHg para 124,10±16,41 mmHg em média (p=0.000); Pressão Arterial Diastólica (PAD) que variou de 90,25 mmHg para 79,22 mmHg em média (p=0.000). O Ìndice de Massa Corpórea (IMC), a Razão Circunferência Cintura Quadril (RCCQ), a Razão Circunferência Cintura Estatura (RCEst) e o Índice de Conicidade (IC) também apresentaram reduções significativas após o programa proposto. De forma qualitativa, foi aplicado um questionário aos participantes, avaliando as seguintes questões: ingestão de medicamentos; mudança na alimentação; mudança em relação à prática dos exercícios físicos; se pretende continuar praticando exercício físico; as principais mudanças percebidas em seus corpos após o início do programa e por último sugerir quais mudanças deveriam ocorrer para os próximos programas. De forma geral os indivíduos relataram redução e ou suspensão no uso de medicamentos; melhora no padrão alimentar; melhor entendimento sobre saúde e prática de exercícios; maior motivação frente à prática regular de AF e em sua grande maioria melhor qualidade de vida. Nosso estudo corrobora com dados da literatura e permite concluir que um programa de AF realizado de forma regular, mesmo com PMs e BMs, é capaz de promover melhora nos níveis de saúde desta população, permitindo aos mesmos desempenhar de melhor forma seu importante papel na sociedade.

Estudo Pró-Saúde: Características Gerais e Aspectos Metodológicos.

Descrição: 
Apresenta um estudo de Coorte feito com todos os funcionário Técnico-Administrativos do quadro efetivo de uma Universidade no Rio de Janeiro (UERJ), exceto os cedidos e licenciados. Analisa as condições e características de vida naquela cidade e as dificuldades especiais para estudos prospectivos em amostras da população em geral. Faz uma analogia de coortes ocupacionais no setor privado versus a instabilidade no emprego. Primeira fase do estudo em out.-dez. de 1999, segunda fase em set.-dez. de 2001 e terceira fase em 2006. Métodos investigativos: questionários e aferições (peso e estatura, pressão arterial e circunferência da cintura).

Opções Estratégicas Para Estudos de Coorte.

Descrição: 
Trabalho que tem como objetivo apresentar os delineamentos iniciais dos estudos de coorte, discutir seu desenvolvimento a partir de 1950, indicar os limites desses delineamentos de pesquisa e propor novas estratégias de delineamento para dar conta das complexidades do processo saúde-doença, especialmente das doenças crônicas. Faz um breve comentário sobre a história, os conceitos e tipos de estudos de coorte.

Manual de Instrução para preenchimento do formulário de anteprojeto de curso

Descrição: 
Manual elaborado com intuito de orientar os coordenadores de cursos no preenchimento do formulário de anteprojeto de curso, sejam eles, de especialização, aperfeiçoamento, atualização e estágios de treinamento profissional segundo as definições preconizadas pelo regimento da FIOCRUZ, especificando todas as informações que deverão constar no documento.
Inscreva-se em Saúde