Instituto Oswaldo Cruz Fiocruz

CRISPR/Cas 9 (Português)

Descrição: 
Vídeo produzido por estudantes do curso de pós-graduação em Biologia celular e molecular do Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Brasil. Publicado em 03/09/2015 no canal YouTube BR por David Forrest (Equipe: Bianca Henriques; David Forrest; Gerson Profeta; Jéssica Pereira; Tainá Neves; Violeta Llanos). Uma explicação do sistema CRISPR-Cas9, mecanismos e aplicações básicas. Em 1987, pequenas sequências de DNA viral foram identificadas no genoma bacteriano de E. Coli. Mais de 15 anos depois, pesquisadores caracterizaram uma região do genoma bacteriano que continha muitas dessas sequências, cada uma flanqueada por um sítio de repetição. Estes sítios foram nomeados como CRISPR locus e as repetições como CRISPR repeats. Atualmente empregada como ferramenta da engenharia genética, que podemos utilizar esses agrupados de curtas repetições palindrômicas regularmente interespaçadas. Originalmente denominada: Clustered; Regularly; Interspaced; Short; Palindromic; Repeats. Após elucidado o mecanismo pelo qual o sistema CRISPR/Cas9 atua em procariotos, pesquisadores viram nesse sistema um alto potencial para ser empregado na edição e manipulação gênica.

Fascículo 5: Dengue II - O caminho do vírus da dengue

Descrição: 
Este fascículo revela informações simplificadas sobre biologia, ecologia e morfologia do mosquito Aedes aegypti, infectado ou não pelo vírus da dengue. Através de elementos lúdicos, são propostas atividades recreativas para a fixação do conhecimento sobre o ciclo de vida do vetor da dengue, com o objetivo de encontrar respostas para a pergunta: o que fazer para controlar a disseminação da dengue? Autoras: Izabel CN Araújo, Tania C Araújo-Jorge, Rosane MS MeirellesA série de fascículos “Com Ciência na Escola” é uma publicação do Setor de Inovações Educacionais do Laboratório de Biologia Celular, vinculado ao Departamento de Ultra-estrutura e Biologia Celular do Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz.Os diversos fascículos se dispõem a auxiliar técnica e cientificamente o desenvolvimento de experimentos participativos em salas e laboratórios nas escolas. Apresentamos sugestões de atividades práticas, com observação e experimentação, para introduzir a construção de conceitos básicos de biologia com alunos. Convidamos aluno e professor a participar ativamente da investigação científica e compreender, de maneira simples, diversas questões que envolvem fenômenos biológicos. Os fascículos poderão servir como guia para atividades; porém, mais importante que segui-los à risca é criar condições para que a investigação científica aconteça de maneira agradável, livre e criativa.  

Fascículo 3: Esquematizando e modelando células com imagens microscópicas reais

Descrição: 
Fascículos destinados a professores do Ensino Fundamental e Médio com sugestões de atividades nas áreas de biociências e saúde, com especial ênfase nos primeiros volumes para biologia celular e dengue.A série de fascículos "Com Ciência na Escola" é uma publicação do setor de inovações educacionais do laboratório de biologia celular, vinculado ao departamento de ultra-estrutura e biologia celular do Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz.Os diversos fascículos se dispõem a auxiliar técnica e cientificamente o desenvolvimento de experimentos participativos em salas e laboratórios nas escolas. Apresenta sugestões de atividades práticas, com observação e experimentação, para introduzir a construção de conceitos básicos de biologia com alunos.Convidamos alunos e professor a participar ativamente da investigação cientifíca e compreender de maneira simples, diversas questões que envolvem fenômenos biológicos. Os fascículos poderão servir como guia para atividades; porém, mais importante que seguí-los à risca e criar condições para que a investigação cientifíca aconteça de maneira agradável livre e criativa.O microscópio age como um complemento do olho, permitindo-nos distinguir objetos 10 mil vezes menores do que 1 (um) milímetro. Descobrir como e porque as lentes aumentam, descobrir que a capacidade de aumento de um microscópio depende do seu conjunto de lentes e compreender assim o poder de resolução do microcópio.No último fascículo da série sobre microscópios, três atividades familiarizam o aluno a imagens reais de células, obtidas por microscópios ópticos ou eletrônicos. O objetivo é libertar o aluno dos sistemas de livros e permitir que ele elabore o próprio esquema, a partir de imagens reais. 

Célula Adentro (Jogos educativos)

Descrição: 
O Célula Adentro é um jogo de tabuleiro onde os jogadores são desafiados a resolver diferentes casos a respeito da célula. Como investigadores, cada equipe deverá juntar evidências, usar sua capacidade de raciocínio e dedução, e desvendar alguns dos mistérios da célula.O jogo Célula Adentro foi desenvolvido no Instituto Oswaldo Cruz, por um grupo composto de cientistas, pesquisadores da área de ensino, professores dos ensinos médio e superior e estudantes de pós-graduação (Carolina Spiegel; Gutemberg Alves; Leandra Mellim; Maurício Luz; Tânia Cremonini de Araújo-Jorge; Tânia da Silveira Cardona e Andréia Henriques Pons). 
Inscreva-se em Instituto Oswaldo Cruz Fiocruz