Médicos Sin Fronteras - Honduras.

Descrição: 
Arquivos de áudio e texto contendo a palestra da Pesquisadora Miriam de León Kestler, da Organização Não Governamental ‘Médicos Sem Fronteiras’ de Honduras. Miriam abordou o impacto da violência na saúde de jovens em situação de risco social e seus familiares, no seu país, através das experiências dos Médicos Sem Fronteiras. A pesquisadora contextualizou a situação atual de Honduras, no que diz respeito à violência, emprego, saúde, educação, entre outros, revelando que 35% da sociedade vive sem água potável. Segundo Miriam, os índices negativos acarretaram um aumento da população de rua, principalmente de crianças e jovens em Tegucigalpa, capital do país, onde em 2004, o MSF deu início ao projeto ‘Niños/as y Jovenes en Situación de Calle’, que através de estratégias multidisciplinares e individualizadas buscou diminuir os riscos de exposição às violências física, sexual e psicológica dessa população. O projeto já atendeu mais de 700 crianças/adolescentes e a expectativa para 2009 é de que os Médicos Sem Fronteiras o transfiram para o governo para que possam se dedicar a outras áreas vulneráveis do país.

Linguagem:

Formato:

Fonte: 
Arq7613 e 7614
Descrição dos direitos autorais: 
Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-ND 3.0)

Tags (palavra-chave):