Impacto da violência sobre a saúde de crianças e adolescentes e perspectivas de atendimento às vítimas.

Descrição: 
Arquivos de áudio e texto contendo a palestra da Coordenadora Executiva do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli (CLAVES), Simone Gonçalves de Assis, que tratou dos diferentes tipos de violência sofridos por jovens e crianças, bem como a assistência às vítimas. Simone apresentou os dados de uma pesquisa realizada no município de São Gonçalo, Rio de Janeiro, sobre a violência física sofrida por crianças e adolescentes dentro de suas casas e os problemas de saúde mental decorrentes dessa violência. Segundo a palestrante, 58,2% das crianças pesquisadas sofrem violência física severa (chutes, mordidas, murros, espancamentos, ameaça ou uso de arma de fogo ou faca) praticada pela mãe e 25,5% sofrem esse tipo de violência do pai. A pesquisa também revelou que 47,7% das crianças vivenciam agressões com seus irmãos a ponto de se machucarem ou humilharem uns aos outros e 63,1% sofrem agressão verbal do pai e 81,4% da mãe. Simone também ressaltou que esse tipo de violência causa também danos à saúde mental desses jovens, causando sintomas depressivos em nível clínico que só poderão ser solucionados com uma política de atenção às vítimas consciente e uma equipe de profissionais com formação adequada.

Linguagem:

Formato:

Fonte: 
Arq7647 e 7648
Descrição dos direitos autorais: 
Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-ND 3.0)

Tags (palavra-chave):