Conceito de saúde e doença e o projeto da saúde pública.

Descrição: 
Arquivos de áudio e texto contendo a palestra na íntegra do Pesquisador Paulo Sabroza, que na ocasião, traçou um panorama histórico do processo saúde-doença-cuidado ao longo da história, além de mostrar suas diversas representações ao longo dos anos. Segundo o pesquisador, a aplicação de novas técnicas e conhecimentos melhorou as condições de saúde no Brasil e no mundo, o que constatamos observando o crescimento da expectativa de vida mundial. Destaca o trabalho de Oswaldo Cruz e Belizário Pena, que já no inicio do século XX, pensavam no saneamento como melhoria para a qualidade de vida da população, o que resultou na formulação de projetos de reforma sanitária no país. Ainda no mesmo século, o palestrante exalta a criação das organizações internacionais de saúde pública e a conseqüente disseminação de informações tecnológicas aplicadas à saúde, que para os países periféricos geraram enorme crescimento em regiões que já viviam no capitalismo industrial, como a África, a América Latina, a Ásia e a Oceania. Apesar de todos os avanços, Sabroza ressalta que hoje vivemos num paradoxo, pois o aumento do acesso aos serviços de saúde foi capaz de diminuir o impacto das doenças, mas não a sua prevalência. Nossas doenças estão mais voltadas para o consumo do que para a carência, causando mortes por problemas cardiovasculares, respiratórios, diabetes e outras doenças dessa natureza. Para encerrar suas observações, o palestrante afirma que nem o desenvolvimento e nem o acesso aos serviços de saúde resolverão os problemas da população. A saúde não pode mais ser pensada apenas a partir do conceito de desigualdade, pois mesmo as pessoas com recursos estão sujeitas a enfrentar, por exemplo, o risco de novas pandemias.

Linguagem:

Formato:

Fonte: 
Arq6962 e 6963
Descrição dos direitos autorais: 
Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-ND 3.0)

Tags (palavra-chave):