Cranial Morphology of the First South Americans: Implications for the settlement of the new world.

Descrição: 
Estudo morfológico comparativo dos esqueletos mais antigos da América do Sul, que analisou 81 crânios provenientes da Lagoa Santa em Minas Gerais. Os resultados mostraram que a população paleoíndia da América do Sul era diferente da população de ameríndios e semelhantes aos áustralo-melanésios. O objetivo do estudo é gerar uma estrutura cronológica do desenvolvimento do modo e das condições de vida dos povos que viveram no continente americano.

Linguagem:

Formato:

Fonte: 
Arq252
Descrição dos direitos autorais: 
Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-ND 3.0)

Tags (palavra-chave):